CURSOS SUPERIORES DE ENGENHARIA ATRELADOS:

 

  • BIOTECNOLOGIA
  • CIÊNCIA E TECNOLOGIA
  • DOMÍNIO ADICIONAL EM MATERIAIS PARA ENGENHARIA
  • ENGENHARIA AGROINDUSTRIAL AGROQUÍMICA
  • ENGENHARIA AGROINDUSTRIAL INDÚSTRIAS ALIMENTÍCIAS
  • ENGENHARIA BIOQUÍMICA
  • ENGENHARIA DE EXPLORAÇÃO E PRODUÇÃO DE PETRÓLEO
  • ENGENHARIA DE PETRÓLEO
  • ENGENHARIA DE PETRÓLEO E GÁS
  • ENGENHARIA DE PLÁSTICOS
  • ENGENHARIA HÍDRICA
  • ENGENHARIA INDUSTRIAL MADEIREIRA
  • ENGENHARIA INDUSTRIAL QUÍMICA
  • ENGENHARIA QUÍMICA
  • ENGENHARIA TÊXTIL
  • TECNOLOGIA EM ENGENHARIA

Bancada de Reatores Químicos Mistura Batelada – CSTR – Tubular

SKU: MD024A
  • VIA PROGRAMAS DE EMAIL

    • Aquisição da Bancada aqui
    • Manutenção Preventiva aqui
    • Manutenção Corretiva aqui

     

    VIA FORMULÁRIO DE CONTATO

    • Clique aqui e preencha no campo Assunto o código do Equipamento
  • BANCADA DE REATORES QUÍMICOS
    Mistura Batelada – CSTR – Tubular

    Este Módulo Didático foi concebido e projetado para estudos dos mecanismos nos processos reacionais, utilizando: 03 reatores de mistura, com operação em batelada (batch) ou operação em regime contínuo (CSTR), associando-os em série e 01 reator tubular contínuo operando com recheio (PBR) ou sem recheio (PFR).

    Os reatores de mistura e tubular são transparentes, com camisa de aquecimento e possuem pontos (septos) de coletas de amostras, bem como, sensores de temperatura em cada reator de mistura  e ao longo do reator tubular. para os devidos monitoramentos.

     

    DOS OBJETIVOS DIDÁTICOS

    • Compreender as variáveis envolvidas em processos reacionais e os conceitos fundamentais dos reatores operando em batelada, em regime de mistura contínuo (CSTR) e em reator tubular contínuo operando com recheio (PBR) ou sem recheio (PFR);
    • Determinar experimentalmente distribuições de tempos de residência (DTR) nos reatores de mistura em função da variação da vazão de alimentação, da intensidade de agitação ou da temperatura de operação;
    • Determinar experimentalmente distribuições de tempos de residência (DTR) no reator tubular em função da variação da vazão de alimentação, da intensidade de turbulência de escoamento (pelos tipos de recheios utilizados), da temperatura, ou do comprimento do reator;
    • Realizar uma reação química a nível piloto, em reatores de mistura (batelada ou contínuo) e em reator tubular com ou sem recheio, determinando parâmetros cinéticos, tais como constante de velocidade, ordem, tempo espacial e conversão experimental da reação comparando os dados com os da literatura, tendo em vista possibilidades de variação de vazões, agitações, temperatura e de retirada de amostras ao longo dos reatores.